FumanchúWebRádio

fan page

sábado, 22 de abril de 2017

Submarino Nuclear Americano pode estar a caminho da península coreana

Submarino Nuclear Americano pode estar a caminho da península coreana
Um submarino nuclear da Marinha dos EUA foi capturado na segunda-feira atravessando o Canal do Panamá. Alguns vídeos surgiram nos últimos dias nas redes sociais e têm levantado preocupações entre os usuários.
De acordo com a Autoridade do Canal do Panamá ao portal local de La Estrella, o USS Dallas (SSN-700) se mudou para o Pacífico escoltado por uma patrulha do Serviço Nacional aéreo do país americano.

Deviso ao aumento da tensão entre os EUA e a Coreia do norte, o submarino de guerra pode sim estar se deslocando para a península coreana.

O tráfego de embarcações militares de guerra não é muito comum na região. Apenas em 2016, um navio de guerra destroyer USS Zumwalt, um dos mais avançados na Marinha dos Estados Unidos, passou pelo canal.
PapoTV 

Leo Pinheiro entrega documentos que Lula havia ordenado destruir

Leo Pinheiro entrega documentos que Lula havia ordenado destruir
Léo Pinheiro da OAS, por meio de sua defesa, entregou à Justiça Federal do Paraná documentos para tentar comprovar as afirmações de que o ex-presidente Lula foi beneficiado pela reforma de um tríplex em Guarujá (SP). 
Segundo O globo, entre os documentos entregues estão o registro de que dois carros em nome do Instituto Lula passaram pelo sistema automático de cobrança dos pedágios a caminho do Guarujá entre 2011 e 2013. Não há, no entanto, documento que comprove que as viagens tiveram como destino o apartamento.
Registros de ligações telefônicas entre Pinheiro e pessoas ligadas a Lula, como Clara Ant, Paulo Okamotto, José de Filippi Jr. e Valdir Moraes da Silva (segurança), a partir de 2012, também estão entre as provas. As listas trazem data e duração da conversa, mas não seu conteúdo.
Agora o mais importante:
Foram anexados também e-mails que mostram a agenda de Lula. Neles aparecem a previsão de encontros com Pinheiro, e mensagens da secretária do instituto para Okamotto, que preside a entidade, avisando que o empresário havia ligado para falar com ele.
A defesa de Lula insiste em alegar que a delação "negociada para agradar" aos procuradores e destravar seu acordo de delação.
Lula pode ter a prisão preventiva decretada já na próxima semana. 
PapoTV

Jovem é encontrado morto dentro de poço após festa no interior

Um jovem de 21 anos foi encontrado morto dentro de um poço na zona urbana de Pedro II, a 195 km de Teresina. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil e seis pessoas já prestaram depoimento. De acordo com a delegada Lucivânia Vidal, a vítima vinha de uma festa patrocinada por um colégio da cidade. 
"O poço é muito profundo e estava seco. Apesar de ser na zona urbana, lá é  uma área de mata. O poço fica próximo ao local da festa que ocorreu ontem (21), mas só fomos informados sobre o caso às 9h de hoje", disse a delegada que investiga o caso. Bombeiros auxiliaram no resgate. 
O corpo do jovem será trazido para o Instituto Médico Legal (IML) e submetido a exame de corpo de delito e cadavérico. "Será feita a perícia e só podemos confirmar a causa da morte com o resultado dos exames", finaliza Vidal. 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

EUA vão atacar instalações da Coreia do Norte, diz mídia russa

EUA vão atacar instalações da Coreia do Norte, diz mídia russa
Os EUA vão atacar as instalações da Coreia do Norte. O assunto foi mencionado em entrevistas com a divulgação de informações por três dos meios de comunicações russos.
"O governo dos EUA está pressionando a política do governo à Coreia do Norte. Claro que o governo dos EUA têm julgado a situação racionalmente e considera todas as possibilidades, porém, um ataque preventivo a um teste nuclear se torna cada vez mais iminente," disse um especialista russo. 
O especialista ainda analisou que não vai se repetir o cenário de ataque 'demonstração' como os Estados Unidos haviam feito na Base da Força Aérea síria.
A Coreia do Norte pretende realizar mais um teste de míssil balístico na próxima semana. Os EUA, por sua vez, disseram que não iram tolerar qualquer tipo de testes por parte dos comunistas.
PapoTV

Coria do Norte promete enfrentamento nuclear diz mídia estatal

Coria do Norte promete enfrentamento nuclear diz mídia estatal
Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA em inglês) diz que representantes do Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, comunicam que o país comunista está pronto a tomar medidas extremas contra a ameaça americana. 
"O desejo firme da Coreia do Norte é ir até ao fim, em caso de os EUA tencionarem continuar sua política de confrontação. O exército da Coreia do Norte já tinha indicado que suas medidas vão incluir ataques preventivos e outras medidas", diz o comunicado citado pela KCNA.
O anúncio destaca que Pyongyang vai responder com a "guerra generalizada à guerra total" e com "ataques nucleares à guerra nuclear", e que vai ganhá-la com certeza.
"A Coreia do Norte é um país socialista pacífico, mas ela não tem medo da guerra e não tenta evitá-la", acrescentaram os diplomatas da Coreia do Norte.
Na próxima semana está prevista a chegada do grupo de ataque americano liderado pelo porta-aviões Carl Vinson. No dia 24, completará um ano do teste com sucesso de um míssil balístico lançado a partir de um submarino. 
A Coreia já anunciou que pretende realizar outro teste na mesma data.
PapoTV

Delator entrega provas de que OAS beneficiou Lula em tríplex Léo Pinheiro afirma que apartamento no Guarujá pertencia ao ex-presidente

A defesa de Léo Pinheiro, sócio da OAS, entregou à Justiça Federal do Paraná documentos para tentar comprovar as afirmações de que o ex-presidente Lula foi beneficiado pela reforma de um tríplex em Guarujá (SP). A informação foi divulgada pelo jornal "O Globo".
PUB
Em depoimento na semana passada ao juiz Sergio Moro, o empreiteiro disse que o apartamento era de Lula.
Entre os documentos entregues estão o registro de que dois carros em nome do Instituto Lula passaram pelo sistema automático de cobrança dos pedágios a caminho do Guarujá entre 2011 e 2013. Não há, no entanto, documento que comprove que as viagens tiveram como destino o apartamento.
Há também registros de ligações telefônicas entre Pinheiro e pessoas ligadas a Lula, como Clara Ant, Paulo Okamotto, José de Filippi Jr. e Valdir Moraes da Silva (segurança), a partir de 2012. As listas trazem data e duração da conversa, mas não seu conteúdo.
Foram anexados ainda e-mails que mostram a agenda de Lula, na qual aparece a previsão de encontros com Pinheiro, e mensagens da secretária do instituto para Okamotto, que preside a entidade, avisando que o empresário havia ligado para falar com ele.
A Folha de S.Paulo apurou que a defesa de Pinheiro entregará documentos sobre comunicações entre pessoas próximas a Lula e funcionários da OAS que foram envolvidos na reforma do empreendimento.
No ano passado, Pinheiro e o ex-presidente se tornaram réus. O Ministério Público afirma que Lula recebeu R$ 3,7 milhões em propinas pagas pela OAS oriundas de contratos da Petrobras.
No depoimento a Moro, Pinheiro disse que usou dinheiro que seria desembolsado como propina para custear a reforma e que Lula sabia.
Pinheiro negocia um acordo de delação premiada com a Lava Jato. Outra acusação que ele fez foi a de que Lula pediu a ele que destruísse provas em 2014.
OUTRO LADO
O advogado do petista, Cristiano Zanin Martins, afirmou que os documentos não comprovam as afirmações feitas pelo empresário, que classificou como uma "versão negociada para agradar" aos procuradores e destravar seu acordo de delação.
"Desde quando um e-mail de agenda prova a ocorrência de um encontro e, sobretudo, o que poderia ter sido discutido no suposto encontro? Léo Pinheiro não tem nenhuma prova contra Lula, porque ele não cometeu qualquer ato ilícito. Ele tem uma versão negociada para agradar aos procuradores para ter a sua delação premiada finalmente aceita, para que possa deixar a prisão ou obter benefícios." Com informações da Folhapress.

PÂNICO!!! Bloqueio da fortuna de Palocci deixa petistas apavorados

Jornal do País
O ex-ministro Palocci, que foi preso na Operação Omertà, vai ter que enfrentar um “problema extra” quando sair da carceragem da PF, em Curitiba, caso Sérgio Moro não opte por mantê-lo atrás das grades. Caso continue preso, ele terá que se explicar para os companheiros que foram flagrados com envolvimento no Petrolão também.

Palocci atuava não apenas em nome dos interesses petistas. Ele era, além disso, um “braço” da Odebrecht no governo. Sua função era receber propinas para o partido e, ao mesmo tempo, conseguir aprovação de projetos de lei no Congresso que beneficiassem a empreiteira.

Por conta desse detalhe, Palocci foi alvo de nova decisão do juiz da Lava-Jato, que determinou o bloqueio do mesmo valor (R$ 128 milhões) nas contas bancárias do petista. O Banco Central cumpriu a ordem judicial e bloqueou R$ 30 milhões em conta da Projeto, empresa de consultoria de propriedade de Palocci, e R$ 814 mil em contas bancarias em nome do ex-ministro, como informa o site Ucho Info.
Se esse montante tem origem supostamente legal, ou quase isso, resta saber quanto o ex-chefe da Casa Civil de Dilma tem guardado da propina que recebeu da Odebrecht em nome próprio e do PT.
Ainda segundo informação do site, estes detalhes causam constrangimentos na cúpula petista, que começa a fermentar as mais diversas desconfianças. Não se sabe se Palocci recebeu algum valor ilícito sem repassar o devido quinhão ao partido, ou se usou da sua influência para fazer negócios nos subterrâneos dos governos de Lula e Dilma.

Professora é amarrada à própria cama e assassinada na Bahia Corpo de Rosângela Gomes Costa foi encontrado com, pelo menos, oito perfurações

Uma professora universitária foi amarrada à própria cama, amordaçada e ferida até a morte em Alagoinhas, na Bahia. O corpo de Rosângela Gomes Costa, de 35 anos, foi encontrado na manhã desta sexta-feira (21), com, pelo menos, oito perfurações provavelmente causadas por facas, conforme a Polícia Civil
A docente, que ensinava no Centro Territorial de Educação Profissional (Cetep) e também era enfermeira, estava desaparecida desde a quinta-feira (20).

Um vizinho teria chamado a polícia e relatou ter ouvido muito barulho durante a madrugada. De acordo com depoimentos preliminares, Rosângela Costa teria discutido com alguém na própria casa. Testemunhas acreditam terem ouvido vozes de um homem. O crime está sendo investigado pela delegacia local.

Lula, Palocci e Mantega devem perder advogado José Roberto Batochio vai deixar defesa dos petistas, afirma colunista

O advogado José Roberto Batochio deve abandonar a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e dos ex-ministros Antonio Palocci e Guido Mantega. Ele defende os três no âmbito da Operação Lava Jato.
As informações são da colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo.
Segundo o jornal, Batochio está diante de um dilema ético porque se opõe ao uso de delações premiadas. Como Palocci negocia colaboração com o Ministério Público Federal, o advogado deve abandonar o caso.
É possível também que uma delação de Palocci atingisse Lula, o que obrigaria o advogado a confrontar dois clientes. Caso Batochio deixe a defesa do ex-presidente, ele será a segunda baixa na equipe de advogados do petista. Em março, o criminalista Juarez Cirino dos Santos também deixou de representar o ex-presidente.
Ainda segundo a coluna, Mantega também deve passar a ser representado por outro advogado na Lava Jato.

DELEGADO E POLICIAL MATAM BANDIDO NO RIO (VIDEO)

Antigo Campo Grande

O delegado titular da 55ª DP (Queimados), Marcos Peralta, e um policial da mesma delegacia se envolveram em uma troca de tiros com bandidos. Na ocasião, os suspeitos tentaram roubar uma carreta, na Rua Araguaia, um dos acessos a Rodovia Presidente Dutra, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.
De acordo com a polícia, o delegado estava a caminho de uma reunião quando presenciou o ataque dos bandidos. Durante a troca de tiros, um dos suspeitos foi morto e outro foi preso. O preso foi levado para um hospital da região.

Cada vez mais acuado pela Lava Jato, Lula evita se expor em Ouro Preto

Os Divergentes - Andrei Meireles

A convite de Fernando Pimentel, Lula seria hoje a principal estrela nas comemorações do Dia de Tiradentes em Ouro Preto. Foi convidado na expectativa de aproveitar um palanque histórico em sua tentativa de dar a volta por cima depois de baleado pela Operação Lava Jato.
Após a maciça divulgação dos vídeos das explosivas delações da Odebrecht, Lula, chamuscado, cancelou a viagem a Ouro Preto. Não quis correr risco.
Poderia ter sido pior.
A situação dele se agravou com o contundente depoimento, na quinta-feira (20) de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, ao juiz Sérgio Moro. Apontado pelos petistas como o empreiteiro mais chegado a Lula, Léo disparou três tiros certeiros contra o parceiro por ele apelidado de Brahma:
  • – Cravou com um passo a passo detalhado que o tal tríplex do Guarujá era mesmo de Lula – investigadores da Lava Jato dizem que ele prometeu entregar documentos que comprovam essa afirmação;
  • – Relatou conversas com Lula sobre a entrega de dinheiro sujo para João Vaccari, que, em sua versão, operaria para o PT e para o próprio Lula;
  • – Lula teria lhe dito para destruir toda e qualquer prova de uma contabilidade paralela com Vaccari, o que pode levar ao perigoso terreno da obstrução de Justiça.
Na estratégia de sempre, a defesa de Lula diz que é tudo mentira, uma encenação dirigida pelo Ministério Público.
O fato é que as peças estão se encaixando.
Pelo que se diz no entorno da Lava Jato, o quebra-cabeça está praticamente montado.
A delação de Antonio Palocci, em negociação, iria além.
A expectativa dentro e fora da Lava Jato é de que seja o xeque-mate.
A conferir.

Lava suas roupas íntimas durante o banho? Vai se arrepender ao saber destas informações!

Antigo Campo Grande
As roupas íntimas, tanto para mulheres quanto homens, são peças mais delicadas que exigem uma atenção especial durante a lavagem e manutenção.
Isso porque, se forem feitas de forma indevida, as peças poderão oferecer riscos para a saúde da região genital. Logo, é necessário atribuir alguns cuidados na hora de usar, lavar e guardar.
Enquanto tomamos banho é comum aproveitarmos para lavar as peças íntimas – em especial as mulheres, por uma questão cultural aqui no Brasil – e não há nenhum problema com esse hábito. A água quente faz com que as fibras do tecido amoleçam, facilitando a eliminação da sujeira e higienização, já que o calor pode matar alguns tipos de germes mais sensíveis. No entanto, utilizar sabonetes convencionais não é o mais recomendado. Segundo especialistas, o ideal é manter uma barra de sabão neutro ou de coco no banheiro que terão apenas essa finalidade.
Agora, se depois de lavar a peça você a estende no box ou outra área do banheiro para secar, saiba que essa atitude é incorreta. Por ser um ambiente úmido e quente, o banheiro costuma abrigar uma quantidade maior de fungos do que qualquer outra região da casa. Logo, deixar a calcina ou cueca secando no box pode fazer com que se tornem foco de bactérias e microrganismos diversos. Um deles, o fungo Candida albicans, causador da candidíase. Assim, após lavá-las, leve-as para secar em um ambiente arejado e use o ferro de passar roupa antes de vesti-las.
Assim como qualquer outra peça mais delicada, as peças íntimas devem ser lavadas de forma separada e fora das máquinas de lavar. Isso porque, normalmente, elas também são utilizadas para lavar outros tipos de roupas sujas, incluindo as toalhas, que carregam restos de pele e bactérias.
Logo, o essencial é que isso seja feito por meio de sabão neutro ou de coco, conforme mencionado acima, ou produtos mais específicos – lançados recentemente no comércio varejista. Nunca se deve usar amaciantes ou qualquer outra substância que possa impregnar no tecido. Qualquer uma delas podem acabar desencadeando reações adversas na área íntima, podendo evoluir para problemas mais graves ou gerar confusão em sintomas dermatológicos ou ginecológicos.

Palocci cita banqueiros e empresários mirando o STF

Os Divergentes - Helena Chagas

Ex ministro Antonio Palocci. Foto Orlando Brito
Na tranquilidade do feriado, os quatro vídeos – de meia hora cada – do depoimento de Antonio Palocci ao juiz Sérgio Moro foram acessados por milhares de pessoas no YouTube. No primeiro escalão do PT, que andou assustado, a impressão é de que o ex-ministro tem como alvo principal grandes empresários, inclusive do setor bancário. Sua intenção não seria chegar a uma delação premiada, mas acenar com essa ameaça esses possíveis  e poderosos alvos, esperando que de alguma forma eles se mobilizem para ajudá-lo a obter um habeas corpus no STF – a última esperança de Palocci.
Quem conhece o ex-ministro, e vem acompanhando as delações da Lava Jato, saiu com a impressão de que o Palocci que ali estava não se encontra a um passo de delatar Lula e outros petistas, embora em alguns trechos não tenha poupado Joao Vaccari e tenha admitido que o partido, “como todos”, fez caixa 2. Em vez de ficar calado, atitude normal para quem está negociando delação, preferiu falar, e muito. Defendeu-se de todas as acusações e, sobretudo, deu um aperitivo do que poderá oferecer se resolver abrir a boca de verdade.
O cardápio de Palocci pode não ser do agrado de Moro e da força-tarefa, que querem elementos contra Lula, que o ex-ministro não ofereceu. O juiz chegou a interrompê-lo algumas vezes com a interpelação de que ele só deveria falar sobre a relação com a Odebrecht. Mas Palocci, que parecia ter planejado tudo, insistiu em contar histórias como a de que foi procurado por um “banqueiro’, a pedido de “um integrante de primeiro escalão do governo” , para tratar da provisão de recursos para a campanha de Dilma de 2010.
Como quem não quer nada, mencionou também ajuda a empresas: “o governo muitas vezes salva empresas”. Citou a Sadia, a Votorantim, e, de form geral, empresas do setor de comunicação. E prometeu dar os nomes, as datas e os detalhes das ‘operações” em outra oportunidade.
Ao mesmo tempo, percebendo esse jogo, os petistas se tranquilizaram com o depoimento de Brani Kontic, ex-assessor de Palocci, negando todas as acusações, inclusive a de que transportaria recursos da conta Amigo destinados ao ex-presidente Lula.
O depoimento desta quinta-feira foi a última cartada de Palocci na tentativa de sair da cadeia. Se não obtiver clemência no STF, certamente jogará a bomba. Mas o certo é que hoje Antônio Palocci ainda não é um delator.

Odebrecht apresenta extratos de propina negociada com Temer Valores superam 40 milhões de dólares; reunião entre ex-executivos teria ocorrido no escritório do atual presidente

A empreiteira Odebrecht entregou à força-tarefa da Operação Lava Jato extratos que comprovariam pagamento de propina negociada em uma reunião com o presidente Michel Temer em 2010.
De acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo, os valores superar os US$ 40 milhões citados anteriormente por delatores. Segundo depoimento dos ex-executivos, o encontro em que foi firmado o pagamento aconteceu no escritóro do peemedebista em São Paulo.
O dinheiro seria ligado a um contrato internacional da Petrobras, o PAC-SMS, relacionado a certificados de segurança, saúde e meio ambiente em nove países onde a estatal atua. O valor inicial era de US$ 825 milhões.
Os repasses teriam sido realizados entre julho de 2010 e dezembro de 2011. Os extratos apresentados pela empreiteira chegam a US$ 54 milhões, mas a soma de planilhas anexadas atinge US$ 65 milhões. Parte do montante teria sido pago em espécie no Brasil, enquanto a maioria foi distribuída a contas de operadores no exterior.
Segundo o ex-presidente da Odebrecht Engenharia Márcio Faria, no encontro com Temer não se falou em valores, "mas ficou claro que se tratava de propina" relacionada ao contrato, e não contribuição de campanha. O presidente teria acertado 5% de propina do contrato, correspondente a US$ 40 milhões.
A assessoria de Michel Temer diz que o presidente "jamais tratou de valores com o senhor Márcio Faria" e que "a narrativa divulgada não corresponde aos fatos e está baseada em uma mentira absoluta".
O peemedebista "contesta de forma categórica" o envolvimento de seu nome em negócios escusos e diz que nunca defendeu interesses particulares na Petrobras, nem apoiou pagamento de valores indevidos a terceiros.

A volta de uma loira espetacular

Se você ainda não teve a oportunidade de ver o ensaio de Tynah Gomes no Bella da Semana, pare tudo e clique aqui agora mesmo. A loira, que é natural de Rondônia (RO) e moradora de Curitiba (PR), é um espetáculo e foi um dos presentes de aniversário do site, que comemorou 16 anos no ar em fevereiro.

A boa notícia que é ela está prestes a voltar com a segunda parte de um ensaio que é pura provocação e sensualidade. As novas fotos estarão no ar na próxima quarta-feira, 26 de abril, fechando o mês de maneira especial.

A volta de uma loira espetacular

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Danielle Favatto curte feriado em Angra com as amigas Filha de Romário exibiu ótima forma de biquíni no Instagram

Danielle Favatto em foto no Instagram (Foto: reprodução/Instagram)
Danielle Favatto curtiu a sexta-feira (21) em grande estilo. Aproveitando o sol no feriado de Tiradentes em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, a jovem musa aproveitou a folga com as amigas de biquíni na praia e também na piscina. 

A boa forma da filha de Romário chamou a atenção dos seguidores."Tô passando mal", escreveu um seguidor. "Deusa da beleza", falou outro. "Para. Para tudo. Que baita mulher gostosa, deusa. Toda linda, perfeita. Show de beleza", acrescentou um terceiro.

E o fim de semana ainda nem começou...
Danielle Favatto em foto no Instagram (Foto: reprodução/Instagram)

FUTEBOL SÊNIOR EM PARNAÍBA

Neste final de semana haverá rodada do IV Campeonato Parnaibana de Futebol Sênior organizado pela L.P.F.S - Liga Parnaibana de Futebol Sênior.


Campo do Curtume Cobrasil Ltda.

Sábado 16h00 - Velha Guarda e Bradesco.

Domingo 8h30 - Neves Tintas e Rachão da Cobrasil

Promotor do Gaeco teme prescrição de pena de investigados por corrupção no Piauí


Em entrevista no Jornal do Piauí desta sexta-feira (21), o promotor de justiça Rômulo Cordão, coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), demonstrou preocupação com a celeridade no julgamento de pessoas investigadas em operações deflagradas em 2017. O temor é que os crimes possam prescrever e os suspeitos de corrupção não sejam condenados ao final do processo porque o prazo acabou. 
"Nós nos preocupamos muito, tendo em vista que há prazos que devem ser respeitados", disse Cordão, ao lembrar que a legislação brasileira prevê que o prazo de prescrição de penas cai pela metade quando o acusado chega aos 70 anos de idade. Por exemplo: se a pena para o crime prescrever em oito anos, para o septuagenário esse prazo é de apenas quatro anos. 
O assunto foi levantado quando o promotor respondia sobre a operação IL Capo, que resultou na prisão do ex-procurador geral de Justiça Emir Martins Filho, em outubro de 2016. Por ter cerca de 60 anos, ele poderia ser beneficiado com a redução da prescrição da pena futuramente. 
Sobre o ex-procurador, Rômulo Cordão tratou o assunto como exemplar. "O Ministério Público, como instituição republicana que é, não poderia deixar que na sua própria casa acontecessem fatos dessa natureza, ilícitos, e deixasse impunes", declarou. A acusação contra Emir Martins Filho envolve suposto desvio de dinheiro do MP-PI, com falsificação da folha de pagamento enviada ao Tribunal de Contas do Estado. "Não há dúvida alguma. Os números não mentem. O sigilo bancário está lá", sustentou o promotor. 
O Gaeco aguarda que a investigação da Operação Il Capo seja devolvida para a primeira instância do Poder Judiciário, uma vez que não há investigados com foro privilegiado no inquérito. 
Outra operação deflagrada pelo Gaeco foi a Sesmaria, que visou o combate de grilagem de terras. Rômulo Cordão afirmou que parte da investigação foi concluída, mas outros inquéritos devem ser abertos em razão da amplitude dos fatos, que envolvem muitas áreas do Piauí e a atuação de cartórios.
"Há outras investigações que foram abertas e outras que serão abertas nesse sentido. É muita coisa. O próprio Tribunal de Justiça, através de sua Corregedoria, nos solicitou auxílio nesse sentido, tendo em vista que o próprio Tribunal na sua correição, há uns três anos, verificou a sobreposição de terras, a fraude", acrescentou o promotor. "Várias pessoas já foram denunciadas e outras posteriormente serão". 
Legislação
O coordenador do Gaeco demonstrou preocupação com projetos que tramitam nos âmbitos estadual e federal que podem, na sua visão, inibir investigações de corrupção. Rômulo Cordão criticou a proposta no Senado que trata do abuso de poder e a medida em análise na Assembleia Legislativa do Piauí que muda as regras da eleição para Procurador-geral de Justiça, excluindo promotores da disputa. 
"A partir do momento em que se realmente enfatizou, se priorizou o combate à corrupção, foi que se começou a pensar nessas leis. A lei de abuso de autoridade no ano passado quase era aprovada no apagar das luzes no ano legislativo, de forma assodada, sem discussão. Isso merece uma reflexão", avaliou o promotor. 
Ao falar especificamente da lei do abuso de autoridade, Cordão acredita em conluio para inibir a atuação de órgãos fiscalizadores. "Eu não tenho dúvida nenhuma que isso cheira à retaliação por conta da atuação que vem tendo a Lava Jato no Brasil. É uma forma de inibir o poder de investigação do Ministério Público, das polícias, dos órgãos de controle,c omo vem acontecendo no Brasil afora. A gente vê isso com bastante preocupação". 
Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

CRIATIVA E PURA VERDADE.

To batendo palmas até agora pra criatividade desse povo.... História da Petrobrás versão Faroeste Caboclo!!!! Vale a pena ver!!! Vamos compartilhar amigos do face

Por que sedativo prestes a vencer faz Estado americano correr para executar presos Decisão da Suprema Corte dos EUA abriu caminho para a primeira execução no Arkansas em 12 anos.

O cumprimento da sentença de morte de Ledell Lee, condenado por assassinato, faz parte dos esforços das autoridades locais executar oito presos em um período de 11 dias.
O plano se deve ao fato de que o estoque de uma das três substâncias utilizadas nas injeções letais, o sedativo midazolam, vence no próximo dia 30 - é muito difícil adquirir o produto por causa da recusa da indústria farmacêutica em fornecê-lo para esse fim.
A medida do Estado provocou polêmica e foi parar nos tribunais - as três primeiras execuções acabaram canceladas devido a decisões judiciais.
A morte de Lee aconteceu após a Suprema Corte dos EUA rejeitar, por 5 a 4, um recurso dos presos argumentando que o Arkansas estava acelerando injustamente os processos, o que seria uma "punição cruel e atípica".
As batalhas judiciais se estenderam até poucas horas depois de Lee ter recusado sua última refeição - no lugar, ele pediu para receber a comunhão.
Quase no último momento, o obstáculo legal foi removido e Lee foi executado. Ele foi declarado morto às 23h56 (horário local), quatro minutos antes do mandado que determinava sua morte expirar.
Ele estava no corredor da morte havia mais de 20 anos, após ser condenado por espancar Debra Reese até a morte com uma chave de roda em 1993.
Em outra decisão, o Supremo Tribunal do Estado também revogou a sentença de uma instância inferior que havia proibido o uso do brometo de vecurônio, outra substância usada nas injeções letais.
A McKesson Corporation, que fornecia a droga, acusou o Departamento de Justiça do Arkansas de não ter dito que planejava usar a substância em execuções.
Como muitos Estados dos EUA, o Arkansas tem lutado para conseguir as drogas das quais precisa para executar as penas.

Exames de DNA

A advogada de Lee, Nina Morrison, criticou o cronograma do Estado, dizendo que negaram a seu cliente "a oportunidade de realizar testes de DNA que pudessem provar sua inocência".
"Ninguém deve ser executado quando há a possibilidade de que a pessoa é inocente", disse Morrison em um comunicado, no qual também afirmou que "pessoas razoáveis" podem discordar do uso da morte como "forma adequada de punição".
O outro preso que seria executado no mesmo dia conseguiu a suspensão da pena para que seja realizado um teste de DNA avançado, exame com o qual seus advogados dizem poder provar sua inocência.
Stacey Johnson foi condenado pelo assassinato de Carol Heath, que foi espancada e teve a garganta cortada em 1993.
O caso do Arkansas mostra o quão difícil ficou para os Estados americanos aplicar a pena de morte por injeção letal - além das ações judiciais para tentar revertê-las, as empresas farmacêuticas têm manifestado não querer seus produtos associados com a prática.
O governo local ainda tenta executar a pena de morte de mais três presos até o fim do mês.
Os presos Bruce Ward, Don Davis, Ledell Lee, Stacy Johnson, Jack Jones, Marcel Williams, Kenneth Williams e Jason Mcgehee (da esquerda para a direita) (Foto: Arkansas Department of Corrections/ via REUTERS)

Por que esses homens foram condenados?

  • Bruce Ward - estrangulou a vendedora de loja Rebecca Doss, uma adolescente
  • Don Davis - assassinato com característica de execução de Jane Daniel após assaltar sua casa
  • Stacey Johnson - assassinato de Carol Heath, que foi espancada, estrangulada e teve a garganta cortada
  • Ledell Lee - espancou até a morte Debra Reese com a chave de roda que o marido tinha dado a ela para se proteger
  • Jack Jones - violentou e matou a vendedora Mary Phillips e espancou quase até a morte sua filha de 11 anos
  • Marcel Williams - violentou e matou Stacey Erickson após sequestrá-la em uma loja de conveniência
  • Jason McGehee - assassinato de um adolescente com o qual vivia em 1996
  • Kenneth Williams - assassinato do agricultor Cecil Boren durante uma fuga da prisão onde tinha sido encarcerado por assassinar a líder de torcida Dominique Hurd